No princípio criou Deus o céu e a terra. Gn 1:1

Ex-pastor de outra denominação transforma igreja em templo adventista

Resultado de imagem para iasd

A maior dificuldade que tinha era a de não trabalhar aos sábados. “No início parece um bicho de sete cabeças, mas quando começa a guardar a gente vê que é de Deus. Hoje o que mais me alegra é o sábado”, comemora a cabeleireira Divana Freitas.
Seis meses antes da série de estudos no bairro Nova Era, em Juiz de Fora, MG, Orlando de Freitas e Divana começaram a estudar a Bíblia com o sobrinho, que é adventista. Quando chegou na mensagem do sábado, a cabeleireira ficou incomodada com o que aprendera, pois o salão de beleza lotava nesse dia. “Eu perguntei para ele se eu podia ser adventista sem guardar o sábado. Ele virou pra mim e disse que não. A partir daí, fiquei três meses sem dormir, pois eu não aceitava o que tinha aprendido”, relembra.
Após três meses de estudos com o sobrinho, o casal ficou sabendo que adventistas iriam estudar o Apocalipse durante 15 dias no bairro. Freitas, que era pastor de uma igreja evangélica, fechou sua igreja e direcionou os membros ao local de pregação.
Eles concluíram os estudos no dia 7 de junho deste ano e Divana começou a guardar o sábado, acompanhando seu esposo que já observava este dia desde quando estudou com o sobrinho. Para demonstrar a mudança de vida de forma pública, o casal foi batizado no sábado, 6 de setembro, na igreja adventista central de Juiz de Fora.

Olhando tudo o que aconteceu, Divana percebe que a Bíblia é um guia para a vida de quem quer entender a vontade de Deus. “A mensagem não é difícil de entender, é claríssima, mas o inimigo é que nos impede de fazer a vontade de Deus”, pontua. [ASN, Vanessa Lemes]No mesmo dia pela manhã, foi realizada uma Escola Sabatina no antigo local onde funcionava a igreja evangélica de Freitas, mas, que agora, ganhou a placa da Igreja Adventista do Sétimo Dia. No domingo, 7 de setembro, o primeiro culto foi realizado no ambiente, onde os membros da outra denominação participam das reuniões.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.